PROTETOR SOLAR

Em um país tropical como o Brasil, não dá para abrir mão do protetor solar, certo? É verdade que nos dias quentes a incidência de sol aumenta os riscos de efeitos prejudiciais a pele. Mas o protetor solar deve ser usado diariamente porque mesmo a luz artificial emite raios ultravioleta, responsáveis pelo envelhecimento da pele. Conhecidos como UVB, eles agem causando queimaduras solares, vermelhidão e câncer de pele - o câncer mais incidente no Brasil, correspondendo a 25% de todos os tumores da população.

Como escolher o Fator de Proteção? O Fator de Proteção Solar (FPS) está diretamente relacionado aos filtros solares utilizados na elaboração do produto. A regra de ouro é: quanto mais clara for a pele, mais alto deve ser o FPS, sendo o mínimo um FPS 15. Mas o ideal é consultar um dermatologista que vai analisar o tipo e cor de pele, além dos hábitos de cada paciente antes de determinar seu FPS ideal.

Como usar o filtro solar? A radiação ultravioleta é mais intensa entre 10 e 16 horas. Por isso é aconselhável evitar exposição durante este período. Na praia, o ideal é reaplicar o produto a cada 2 horas e em locais fechados, pela manhã e por volta do meio-dia. E não se esqueça de proteger as orelhas, lábios, pescoço, dorso das mãos e dos pés!

É preciso evitar sempre o sol? Pelo contrário! Sem exageros, os raios solares são fonte de saúde porque ativam a produção de vitamina D. Para conciliar essa exposição e proteção, a dica é deixar o sol agir por cerca de 20 minutos nas partes do corpo que costumam ser mais protegidas, como pernas e tronco, sem protetor. Já nas áreas que estão sempre expostas, como o rosto e os braços, protetor sempre!

Proteção Solar

Produtos encontrados: 136 Resultado da Pesquisa por: em 506 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 136 Resultado da Pesquisa por: em 506 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar